NAVEGUE PELA COBERTURA EDUCOMUNICATIVA REALIZADA POR 100 ADOLESCENTES DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

21 de junho de 2008

Escândalo: tripulação do Nisshin Maru contrabandeia carne de baleia


Tóquio, Japão — Denúncia feita pelo Greenpeace após 4 meses de investigação revela que autoridades japonesas fazem 'vista grossa' à irregularidade.

Uma caixa da carne de baleia ilegalmente retirada pela tripulação do Nisshin Maru, navio-fábrica da frota baleeira japonesa que participou da caça às baleias no início deste ano na Antártica, foi mostrada nesta quinta-feira por ativistas do Greenpeace em Tóquio como evidência de que o governo japonês tem acobertado uma falsa pesquisa científica no Oceano Antártico.

O Greenpeace agora exige uma avaliação pública para se saber o nível de corrupção no programa baleeiro japonês. Além disso, a organização ambientalista quer o fim do subsídio governamental ao programa e também da licença de operação para a empresa que promove a caça de baleias.

A investigação de quatro meses promovida pelo Greenpeace revelou evidências de que a tripulação do Nisshin Maru contrabandeia caixas com carne de baleia, disfarçadas de 'bagagem pessoal', e as repassa para comerciantes, que as vendem ilegalmente no mercado japonês.

Segundo pesquisas de opinião, a maioria da população japonesa é contra a caça de baleias.

Informantes do Greenpeace afirmam que membros da empresa Kyodo Senpaku e do Instituto de Pesquisa Cetácea fazem 'vista grossa' para esse contrabando, permitindo a irregularidade.

Postado por Carmen Gattás

Nenhum comentário: