NAVEGUE PELA COBERTURA EDUCOMUNICATIVA REALIZADA POR 100 ADOLESCENTES DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

23 de agosto de 2009

ODE À TERRA ... PLANETA ÁGUA

A Natureza é o maior patrimônio da humanidade; lá residem elementos genéticos altamente diversificados, são a essência da evolução da vida, e não somente dos homens. Preservar é o mínimo que podemos fazer para que nossos filhos tenham a oportunidade de prosseguir nesse planeta tentando e buscando formas alternativas de energia e consumo compatíveis com a preservação da vida no planeta.
Todos nós já vivenciamos crises pessoais, familiares, sociais, econômicas, espirituais e mundiais e todos sabemos que nada é impossível de ser resolvido e, de uma forma ou outra tudo é equacionado em nossas vidas, sendo que todas as ameaças mais cedo ou mais tarde tomam um rumo direcionado de solução ou de caminho....
O único problema que não está sendo resolvido pela tecnologia, inteligência e sabedoria humana é a questão ecológica.
Depois que for instalado o processo de degeneração ambiental, o planeta reagirá como um doente normal, com febre (aquecimento global), com agitação (tsunamis), com depressão (longas ondas de frio ou calor), reagirá enfim como reagiria uma Lagartixa, um Camelo, um Neanderthal, ou uma floresta de Araucárias, todos filhos da terra.
Nosso planeta é um ser vivo que não teve a oportunidade de ser apresentado a nós, não fala, é agredido todo dia e vai morrer pela somatória de pequenos detalhes... e essa morte envolverá todos os piolhos, geleiras, orquídeas, poetas, sabiás, oceanos e memórias... e aí no fim de tudo, isso aqui (nosso lindo, brilhante, azul, amado, querido e abençoado planeta) vai virar uma daquelas peças arqueológicas de astronomia, planeta XB678E09HJD9 da constelação 64GENJEUWT e voltaremos a ser apenas “aquilo que existe”.
Seria importante que todos pudéssemos pensar em como construir uma história diferente... fomos beneficiados pelo fato de sermos racionais, devemos exercer essa prerrogativa de forma visceral, caso contrário seremos amebas com cérebro em um planeta perdido...nada edificante !!
O homem deixou as cavernas e se diferenciou dos animais com a descoberta e domínio do fogo e milhares de anos depois talvez venha a ser forçado a voltar às mesmas cavernas por obra da fumaça gerada por esse mesmo fogo.... sob essa ótica nossa passagem por esse planeta (que não nos pertence, pois somos hóspedes) poderá ter sido pouco gloriosa!

Texto de: Gustavo Scarabôtolo Gattás


Postado por Carmen Gattás

Nenhum comentário: